VICARA
 

O design em nome português sempre surpreendeu pela resistência aos tempos e às vontades, mas jamais se poderá separá-lo da outra face, o artesão que produz, que fabrica, que molda e que chega a um resultado final desejado. Há, contudo, uma lacuna que merecia há muito ser preenchida com quem de direito, e é aí que entra a VICARA, esta editora de design de produto, como os próprios se identificam e apresentam. 

_

Portuguese design has always amazed everyone with its utmost resistance to times and desires, but you can never bring it apart from its other side, the crafter who makes, who builds, who works something into shape and gets to the intended outcome. There is, however, a gap that was begging to be filled by the proper entities, and that’s where VICARA comes in, the product design editing studio, as they call and introduce themselves.

 

CMYK  by  OJEAM Studio , Multitude Collection, 2018.

CMYK by OJEAM Studio, Multitude Collection, 2018.

vicara10.JPG
 

Fundada em 2011 pelos designers Paulo Sellmayer e Fábio Afonso — hoje em dia a viver em Angola —, formados na ESAD.Cr, a VICARA tem-se afirmado cada vez mais como ponte entre estas duas vertentes importantíssimas que se complementam e elevam mutuamente até chegarmos a um produto, seja ele de cerâmica, vidro, madeira ou outra matéria-prima ligada à arte da criação.

Tudo começou com a 3.ª edição dos POPs – Projectos Originais Portugueses, promovida pela Fundação de Serralves. «O Paulo desenvolveu um projecto para esse concurso chamado ‘Cristo Purificador’, que ainda hoje está no catálogo, basicamente um elemento que combina o típico crucifixo para pôr no tablier do carro com um ambientador, recriando uma só peça. Este projecto ganhou uma menção honrosa no concurso e, como tal, apoio à incubação e à criação de um plano de negócios», conta-nos João Marcão, que veio completar o trio VICARA com o seu gosto imenso e sabedoria de comunicação e marketing de Design de Produto, também ele formado pela ESAD.Cr.

É nesta altura que a VICARA começa a ver a luz do dia, pois Paulo começa a perceber que poderia haver aqui um caminho a seguir baseado na dificuldade que muitos estudantes e recém-licenciados de design de produto sentem no momento de colocar uma peça no mercado, algo que ele próprio sentia. «A nossa formação académica é muito no sentido da galeria, do design de autor, digamos assim, e era muito complicado colocarmos os nossos produtos e ideias que fomos desenvolvendo nos anos de faculdade no mercado para chegar a um público mais alargado», completa João.

Founded in 2011 by designers Paulo Sellmayer and Fábio Afonso — today living in Angola —, who both studied at ESAD.Cr, VICARA has been asserting itself more and more as the bridge between these two quintessential sides of the same coin that complement and elevate each other until we get a product, whether it’s ceramics, glass, wood or other raw material that takes us to the art of creating.

Everything started with the 3rd edition of the POPs — Projectos Originais Portugueses (Original Portuguese Projects) fostered by the Serralves Foundation. «Paulo created a piece for that contest called ‘Cristo Purificador’, which is still part of our catalogue today, basically a piece that combines the typical crucifix you hang over your car dashboard and an air freshener, making it just one single thing. This project got an honourable mention, which gave Paulo the chance to be incubated and to have a business plan», João Marcão tells us, the third element who came to complete the team with its passion and wisdom about everything related to communication and marketing within Product Design, which he studied at ESAD.Cr as well.

This is when VICARA starts seeing the light of day, as Paulo realises there is probably a way he could follow based on how hard it is for students and recent Product Design graduates feel when they try to sell one of their pieces, something that even he was feeling. «Our studies are very directed at the gallery sense of things, and it was simply too hard for us to try and sell the products and ideas that have been brewing during our student years and reach a wider audience», he says.

 
vicara9.JPG
 
Calçada B/W  by  Margarida Pereira , Original Collection, 2017.

Calçada B/W by Margarida Pereira, Original Collection, 2017.

 

 

 

O que a VICARA faz é aproximar e criar as pontes entre estas duas realidades, o designer e o artesão. Ao criarmos uma relação mais estreita entre os dois estamos também a dar azo a novos produtos.

_

What VICARA does is to build bridges between these two realities by bringing the designer and the crafter closer together. When we do this, we’re also making way for new products.

 

«Acho que o artesanato em Portugal sempre foi algo desvalorizado em comparação com outros países, onde não se sente tanto o estigma do artesão», refere João, não desconsiderando que, hoje em dia, esta fraqueza se transformou em ponto forte, também muito graças a esta aliança com os novos designers que também, por seu lado, perceberam as potencialidades por detrás das técnicas e das tecnologias envolvidas nestes processos de fabrico e de produção. «O que a VICARA faz é aproximar e criar as pontes entre estas duas realidades, o designer e o artesão. Ao criarmos uma relação mais estreita entre os dois estamos também a dar azo a novos produtos», diz.

«A VICARA passou de auto-editora para uma editora mais abrangente. Não aconteceu logo de imediato, claro, foi um processo natural e evolutivo», refere Paulo. E deste processou resultou a edição de produtos de jovens designers portugueses, uma geração que acredita no saber-fazer de quem está por detrás dos ofícios e também de quem comunica os produtos, focando-se na investigação e na criação per se.

«Também começámos a notar em muitos designers a virem ter connosco e a falarem sobre os seus próprios projectos, para os quais não têm como assegurar a parte da produção em si». É aí que entra o Lab, uma fórmula concreta que junta designers e produção quando não há outros meios para o fazerem. «Gostamos de ajudar nesse processo de encontrar o artesão certo ou a fábrica mais adequada, dependendo do objectivo final do designer. É este tipo de projectos que também achamos desafiantes e que gostamos de desenvolver», completa.

Neste momento, trabalham com uma série de designers, a maioria antigos estudantes da ESAD.Cr e que vivem nas Caldas da Rainha, onde a VICARA se desloca bastante, estando sediada em Leiria. É como uma grande família composta por pessoas que gostam de criar, de produzir e de comunicar o que ali acontece com o apoio da VICARA. Eneida Lombe Tavares, Gonçalo Campos, Margarida Pereira, OJEAM, Samuel Reis e Vítor Agostinho são alguns dos designers que trabalham de perto com a VICARA.

Para além da loja online, onde é possível encontrar e comprar todos os produtos do catálogo, é possível encontrarmos produtos editados pela VICARA de diferentes designers de norte a sul do país. Um deles é a loja do MAAT – Fundação EDP, onde nos deleitámos com as peças ‘CMYK’ — um conjunto de garrafa e dois copos que jogam com a luz e a cor, usando a transparência e a mistura de tons para criar novos visuais — e ‘COPY, PASTE’ — tábuas de corte serigrafadas com a representação de uma folha de papel — do estúdio OJEAM, do João Abreu Valente e a Maria Pita Guerreiro, bem como a ‘Calçada B/W’ da Margarida Pereira, um curioso par composto por saleiro e pimenteiro inspirado na calçada portuguesa.

«I think that handicraft in Portugal was always somewhat unappreciated when comparing to other countries, where you don’t feel that stigma of being a crafter», João says, without disregarding, of course, that today that weakness somehow turned into our strongest suit, also thanks to this alliance with the new designers that have also, in turn, figured out the possibilities behind the techniques and the technologies involved in these manufacture and production processes. «What VICARA does is to build bridges between these two realities by bringing the designer and the crafter closer together. When we do this, we’re also making way for new products», he states.

 «VICARA went from a self-editing studio to a wide-ranging one. It didn’t happen right away, of course, it was a natural, gradual process», says Paulo. And from that process they got to work with a bunch of young Portuguese designers, a generation that believes in the know-how of what’s behind the crafts and also of those who communicate the products, allowing them to focus only on research and the creation per se.

«We’ve also began noticing there were a lot of designers coming to us and talking about their projects, for which they couldn’t take care of the production part itself». And that’s when Lab comes in, a tangible formula that puts designers and production methods together when there’s no other means for them to do it. «We love to help in this process of finding the right craftsman or the appropriate factory, depending on the designer’s ultimate goal. This is the kind of projects we also find challenging and like to dip our hands into», he finishes.

Right now, they work with a number of designers, most of whom are former ESAD.Cr students living in Caldas da Rainha, where VICARA goes a lot, as it is based in Leiria. It’s like a big family composed of people who enjoy creating, making things, and communicating what happens, all of which with VICARA’s support. Eneida Lombe Tavares, Gonçalo Campos, Margarida Pereira, OJEAM, Samuel Reis and Vítor Agostinho are just a few names that work closely with VICARA.

In addition to the online store, where you can find and buy every product from the catalogue, we can find products edited by VICARA from different designers all over the country. One of those places is MAAT’s store, in Lisbon,  where we feasted on the pieces made by OJEAM studio, of João Abreu Valente and Maria Pita Guerreiro, ‘CMYK’ — a bottle and glasses set that plays with light and colour, using transparency and distinct tones to create new tints — and ‘COPY, PASTE’ — a set of kitchen cutting boards silkscreen-printed with a representative sheet of paper — as well as Margarida Pereira’s ‘Calçada B/W’, an interesting shaker duo for salt and pepper inspired by the Portuguese calçada (cobbled street).

 
 
vicara7.JPG
Copy Paste  by  OJEAM Studio , Original Collection, 2017.

Copy Paste by OJEAM Studio, Original Collection, 2017.

CMYK  by  OJEAM Studio , Multitude Collection, 2018.

CMYK by OJEAM Studio, Multitude Collection, 2018.

 
 
#collection-550c1227e4b01f5b2b709f0e #page{ max-width:800px !important; }